quarta-feira, 22 de abril de 2009

Flores amarelas!



Não sei quanto tempo você esteve ali. Quieto, aguardava tranqüilo o nascer de novos dias. Assim que o vento soprou forte e leve, naquela fria noite de outono, você apareceu quente e brilhante, vestido em colares de flores amarelas e ressignificando sentimentos de minha vida. Do inesperado fez vibrar desejos que cobrem o corpo de suor e aquecem a alma de qualquer homem que ama. Você me faz muito feliz!

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. ADOREI! Só queria saber quem é essa pessoa sortuda que te faz tão feliz!

    ABRAÇOS

    ResponderExcluir